| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 112277 { professores: 0 | editores de blog: 0 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 3 }

Comentários
Conceição

Ficção | De Heitor Dhalia, Renato Ciasca | 1999 | 17 min | SP

9 Comentários
Por fernando a c amaral - Usuário | 06/09/2010

Esse curta é a cara de Recife, o Diretor foi muitissimo feliz na escolha dos atores e locações na Recife velha, o taxista é uma joia, como diz o ator Claudio Assis... do Caralho do Caralho do Caralho.
Por Rui de Souza - Usuário | 21/05/2010

Mesmo que seja mais um simples parabéns (em meio a tantas coisas...) aos realizadores, deixo aqui meu registro. Ah, o quanto antes vou a uma locadora pegar o "Nina" e o "À Deriva" que não vi ainda (!); pois "O Cheiro já senti: é muito perfumado!!!!!!!!!!!!!"
Por Marisa Alves Lacerda - Usuário | 20/05/2010

A cara do Recife! Gostei demais!
Por eugenio lino rey contreras - Usuário | 28/01/2010

Só penso nas dificuldades de filmar com pouco orçamente e com duas mulheres vestidas de noiva no meio da multidão de uma romaria nordestina. A estória é boa más um pouco pobre nos detalhes de intruduçao que ajudaria a entender melhor o tema, talvez mais "relax" nas cenas de primeiros planos ajudaria a nos involucrar no projecto.
Por Paulo Roberto de Queiroz Ribei - Usuário | 28/01/2010

Realmente, poderia ser melhor. A história é boa, mas fica confusa.De qualquer maneira, divertido.
Por Carlos José Mendes Cavalcanti - Usuário | 28/01/2010

Parabéns pelo filme "Conceição"!!! Sou um ator pernambucano e atualmente estou morando em São Paulo. Rever a minha cidade e minha amiga Magdale Alves, em uma obra inspiradora, foi maravilhoso... Mais uma vez, Parabéns!!! Carlos Mendes.
Por reginaldo baglie - Usuário | 28/01/2010

gostei, daria até pra fazer longa com essa idéia, muito bom.
Por Ana Verônica de Alencar - Usuário | 28/01/2010

Não precisa nem ser Recifense para perceber a espiritualidade nordestina e gostosa que existe nesse curta. Não só o sutaque como também as expressões e as impressões corporais são marcantes e decisivas para denunciar uma realidade embora caótica(assaltantes, prostitutas, subúbios...), bela e hilária!
Por MARCELO MAIA - Usuário | 28/01/2010

Curta muito legal. Quem é de Recife, conhece o linguajar, os passageiros artistas e o motorista Rogê e as paisagens urbanas vai entender o espírito da história e rir e se emocionar por dentro.