| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 24469 { professores: 0 | editores de blog: 0 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 3 }

Comentários
Homem-Bomba

Ficção | De Tarcísio Lara Puiati | 2009 | 13 min | RJ

10 Comentários
Por Marcia Maria - Usuário | 17/06/2013

Meu Filho Aleck, fiquei muito orgulhos quando vc fez esse curta. tão triste, comovente e verdadeiro!!! te amo
Por sandrodiaz - Usuário | 21/01/2011

Rapaz perfeito, não aguentei e chorei, pois esse curta passou de um modo tão simples e fantástico o drama de morar na favela e perceber o quanto a vida é curta, e sempre podemos fazer com os nossos desejos sejam concretizados mesmo que sejam talvez o último!
Por SANDRA BELÉM DA COSTA DAVID - Usuário | 04/10/2010

Muito bom esse curta, justamente a realidade da cidade do Rio de Janeiro, me emocionei muito. Sonho que um dia toda essa violência acabe. Parabéns
Por Jonas Rezende Filho - Usuário | 30/08/2010

Muito bom. Filme belo e delicado, com ótimas atuações de seus jovens atores. Vale a pena assistir. Parabéns!!
Por paulo laborne - Usuário | 30/08/2010

Lindo, sensivel, triste. Parabens, é otimo ver filme assim.
Por Geovani Berno - Usuário | 27/08/2010

Maravilhoso e sensível, Homem-Bomba emociona pela simplicidade e pela condução da história. Parabéns, Tarcisio. Abraços.
Por Márcia Oliveira - Exibidor | 25/08/2010

Lindo, sensível, triste e mesmo assim, leve.
Por André Dias - Usuário | 22/08/2010

Singularmente emocionante. Aplausos!
Por Maria Regina - Usuário | 22/08/2010

Tive o privilégio de assistir "Homem bomba", escrito e dirigido por Tarcísio Lara Puiatti. Não é a primeira criação/direção que assisto deste jovem diretor. Este filme confirma seu talento, mais uma vez. Pela semântica que encerra, permitindo um olhar social pra lá de social ao público. É um filme, como dizem os Cariocas, "do caramba". Maria Regina Caetano Soares Professora/Revisora/Escritora
Por gilbertosantana - Usuário | 05/10/2010

Olá,muito bom o filme e as molecadas foram muito bem, o curta ficou ótimo... Este aí merece 3 estrelas, eu tive o privilegio de ter participado em 2005 com curupira, premiado como melhor curta de ficção, um forte abraço do ator Gil Santana.