| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 28125 { professores: 0 | editores de blog: 0 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 2 }

Comentários
1 Comentários
Por Rodrigo M. Caldeira - Usuário | 28/01/2010

Catarina soube levantar a reflexão sobre até que ponto as pessoas estão abertas para um prazer lascivo e invasivo. Ainda que sua personagem não viesse a cometer qualquer ato com o objeto pérfuro-cortante, a fantasia aliada ao fetiche estimula sua imaginação e faz com que sua noite "com ele" se transforme em algo mais, algo único. Quantas mulheres castram suas imaginações sensuais e libdinosas para não se sentir expostas, e quantas delas sequer conhecem o "outro lado" da ousadia? Esse filme deveria fazê-las pensar... e agir. Parabéns Catarina, além de sexy você expressa-se muito bem!