| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 510824 { professores: 0 | editores de blog: 4 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 28 }

Comentários
Vaidade

Documentário | De Fabiano Maciel | 2002 | 12 min | RJ

7 Comentários
Por Alexandre Nuñez Tardin - Usuário | 05/07/2012

Cuidar do corpo é importante, mas muitas pessoas se esquecem de cuidar da alma, que é onde reside a nossa verdadeira beleza.
Por Hermes R. Carreira Filho - Usuário | 28/01/2010

Vaidade, Um dos tantos subterfúgios do homem em sua batalha para driblar os efeitos do tempo. No fim, vence o tempo, e ao homem, só lhe resta o consolo de ter aproveitado a vaidade enquanto o tempo o espreitava na esquina do futuro; sorrateiramente...
Por Forum Pro Cidadania - Usuário | 28/01/2010

Excelente abordagem
Por Lucila Casseb Pessoti - Usuário | 28/01/2010

Muuuuuuito bom! O garimpo visto por outro ângulo, um ângulo, digamos, mais bonito e mais cheiroso!
Por Sergio Murillo - Usuário | 28/01/2010

Documentário impressionante, gostei da realidade que foram mostrados os fatos, mostra que até num garimpo de ouro pode haver vaidade.
Por Hellder Corrêa Gallvao - Usuário | 28/01/2010

Fundamental. Esclarecedor. Real. Triste. A gente percebe no olhar dessas mulheres que elas não estão satisfeitas com a vida. Pode até transparecer que são felizes, mas seu rosto denuncia a insatisfação. São muulheres lutadoras que aprenderam com o sofrimento. Dura lição. 3/4 do Brasil não tem noção de que algo assim acontece por aqui. Gostei, principalmente da fotografia. Analisando daqui, do leste, dos grandes centros desse pais, onde as coisas acontecem, a idéia que temos é a de que ninguém tem vaidade por essas bandas, dentro do mato. Vimos que é bem o contrário. Numa visão imparcial, percebemos que lá tem gente muito maais "limpinha" do que pelas bandas de cá. Limpinhas e cherosas.
Por Ana Paulina Aguiar Soares - Usuário | 28/01/2010

Este filme é a cara de uma Amazônia não contada e não cantada. Real. Onde as relações não passam por "shopping-center", bancos, cartões de crédito... mas nessa informalidade que leva vida e mais beleza, mesmo aos garimpos, tão mal-queridos.