| |
|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 52380 { professores: 0 | editores de blog: 0 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 0 }

Comentários
Veludo & Cacos-de-Vidro

Ficção, Conteúdo Adulto | De Marco Martins | 2004 | 17 min | SC

23 Comentários
Por Alícia Alão Salvagni dos Santo - Usuário | 28/01/2010

Sensacional! Esse curta foi censurado? Por quê?!? É mais casto que minha avó! Parabéns aos realizadores, dei muitas risadas aqui!
Por Manoelito Martins de Souza - Usuário | 28/01/2010

O público infantil é o alvo do programa da Xuxa e não seria, obviamente apropriado para este curta. Agressão gratuita a personalidades famosas, independente de seu passado, principalmente se for mulher bonita, não é justificável, mas um bom analista ajudaria bastante.
Por Emerson Ravanini - Usuário | 28/01/2010

Morava na época em Florianópolis qdo este trabalho foi rodado. É um trabalho bem resolvido tecnicamente e o elenco principal expressa muito bem a idéia do roteiro. Parabéns a toda equipe. Amo Floripa! Emerson Ravanini Diretor(TV e Publicidade)
Por Adriano Santos - Usuário | 28/01/2010

Olha quem sou eu para falar algo sobre censura, nem filho tenho, mas 10 da noite no meu tempo já era hora de criança pequena estar na cama,isso explica tudo
Por Ademar Ferrreira Bessa - Usuário | 28/01/2010

Porque não no programa da XUXA, a maior prostituta, que venceu na vida? Lógico que as crianças devem ser preservadas, porém, colocar a XUXA como paradigma é demais.
Por Doug Assis - Usuário | 28/01/2010

Isso não é uma homenagem ao cinema marginal - ele é uma detratação do mesmo... Os pioneiros do cinema marginal eram extremamente profisionais nos seus ofícios - o roteiro era sempre ruim e o tema pior, mas o pessoal atrás da câmera era sempre de algum nivel de qualidade. Essa produção é de tão baixa qualidade técnica em som e edição que eu teria que asssistir de novo para avaliar qualquer outro mérito. Censura não, mas a gratuidade com que o roteiro tenta ofender o alter ego público só pode ser considerada como... egocentrismo mal resolvido. Essa necessidade de chamar atenção usando os seus órgãos genitais deve ser melhor explorada com boa qualidade técnica e tentando falar algo (mesmo que seja o "Mexe gostoso, mexe bem")... o que obviamente não foi a intenção deste filme. Sinto pena do tempo que perdi (duas vezes). Dagoberto Assis.
Por Luan Bolsoni - Usuário | 28/01/2010

Acho que não tem nada demais, em termos de cenas que não possam ser exibidas nessse horário. Acho que a sexualidade tem que ser encarada de frente. Quanto mais máscaras, mais neuroses. É isso!
Por Paulo Brasil de Lima - Usuário | 28/01/2010

Assisti ao filme e gostei. Há quem não goste. Gosto não se discute. Quanto à censura, sou totalmente contra. Tenho capacidade para fazer minha própria censura. Um país para ter uma censura decente precisa de homens culturamente capazes, eticamente impecáveis, honestamente reto e de comportamento público e privado imaculado. No Brasil tenho certeza absoluta que este homem não existe. Portanto, nossa censura é de fato jocosa. Lembram da Redentora?
Por Suzana Maria dos Santos Costa - Usuário | 28/01/2010

Estou do lado da tve quando se trata da não exibicão de filmes de tão pessima qualidade. Num canal assistido por pessoas que procuram por qualidade fica estranho exibir curtas como esse.
Por Manoelito Martins de Souza - Usuário | 28/01/2010

Gostei de ver o curta mas não entendi porque tanto auê! Não esperaria ve-lo no programa da Xuxa, mas na TVE? Porque não?

Páginas: 1 2 3