|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 86 { professores: 0 | usuários com coleções públicas: 0 }

Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
O PROJETO

Um projeto para você educador, interessado em incrementar sua prática pedagógica por meio de curtas-metragens. 

O Curta na Escola tem como objetivo promover e incentivar o uso curtas-metragens brasileiros como material de apoio pedagógico em salas de aula. 

Esta iniciativa já existia desde o início do Porta Curtas Petrobras, em agosto de 2002. Em março de 2006, foi criado dentro do Porta Curtas o canal Curta na Escola, onde havia a indicação de filmes do acervo para o uso pedagógico, com sugestões de especialistas e produção de planos de aula para todos os níveis de ensino. 

O canal sempre teve uma grande adesão de professores, que baixaram planos de aula e elogiaram o serviço, motivando o desenvolvimento do Projeto Curta Na Escola, que reúne hoje neste website um conjunto de ferramentas dedicadas a promover o uso dos curtas-metragens brasileiros na educação. 

O projeto é aberto a professores de todo o Brasil, de forma totalmente gratuita, e tem por objetivo constituir uma Comunidade Nacional de Aprendizagem em torno da construção colaborativa de conteúdos relacionados ao uso dos curtas-metragens disponíveis no Curta na Escola. 

Nesta plataforma os professores cadastrados compartilham suas vivências em torno da utilização dos curtas em sala de aula, comentando os filmes e enviando sua experiência educacional por meio de relatos que formam o Banco de Relatos aberto para consulta. 

Proposta Pedagógica 

O trabalho com audiovisual na educação pode contribuir muito com a prática pedagógica. No caso de curtas-metragens brasileiros há diferenciais educacionais importantes que devem ser considerados: 

  • • Conteúdos produzidos no Brasil e por realizadores brasileiros, representa nossa sociedade e a nossa cultura;
  • • Incentiva a criação de projetos de Educomunicação alinhando comunicação, objetos multimídia, aprendizagem colaborativa e interdisciplinar;
  • • A qualidade da produção brasileira de filmes neste formato é reconhecida em todo o mundo por sua excelência;
  • • Favorece a construção colaborativa de conhecimento entre os próprios professores por meio do Banco de Relatos;
  • • Sua curta duração, geralmente próxima a 15 minutos, faz do curta-metragem o formato ideal para utilização em sala de aula, permitindo que os filmes sejam aplicados como “porta de entrada” de um assunto, fonte adicional de informação, motivação para debater um tema ou para “coroar” o final de um projeto.
  • • Desenvolvimento de novas formas de utilização dentro da sala de aula.

"O Curta na Escola é uma iniciativa conhecida em todo Brasil por valorizar nossa cultura e colaborar com o professor por meio de recursos audiovisuais que podem complementar com muita qualidade o trabalho desenvolvido, respeitando a proposta pedagógica de cada escola. Incentiva de maneira crítica, colaborativa e responsável o uso de vídeos, além de conectar educadores por meio de relatos e sugestões de aulas." 
Mary Grace P. Andrioli – Diretora Pedagógica do Instituto Paramitas 

"Trabalhar com recursos audiovisuais nas diversas áreas do conhecimento tornou-se uma imposição dos tempos atuais. As possibilidades de uso do cinema na escola são inúmeras, já que ocorrem muitas conexões com Literatura, História, Artes e Temas Transversais. Não é novidade que podemos falar das possibilidades de uso de filmes em qualquer contexto educacional. (...) mas apresentar um filme como forma de ilustrar um conteúdo de forma tradicional pode se mostrar tão ineficaz quanto a adoção de alguns livros didáticos. (...) Essa é uma questão urgente que exige criatividade, ousadia, experimentação, o que, normalmente, nos deixa inseguros. Como todas as ações em Educação, um trabalho de troca e reflexão entre educadores promove a ampliação das possibilidades didáticas de uso das obras." 

Eliane Cândida Pereira, formadora de educadores na rede de ensino de S. Bernardo do Campo, SP 

Por isso a criação de um serviço de Internet destinado à construção colaborativa de conteúdos pedagógicos em torno do uso das obras com potencial de uso pedagógico é fundamental: "Mas, afinal, qual a diferença entre criar redes e fazer sites na internet? Construir comunidades virtuais e mantê-las ativas, dinâmicas e vivas não é trivial. É um desafio muito mais complexo do que fazer sites bonitos ou cheios de conteúdo. A diferença está no uso de tecnologias que ajudam as pessoas a se comunicar para produzir conhecimento cooperativamente." 

Gilson Schwartz, idealizador da Cidade do Conhecimento, USP. Com essa intenção, nasceu o projeto Curta na Escola e seu desdobramento, a Coleção Curta na Escola, promovendo a interação, o debate, o registro e a construção contínua e colaborativa de conhecimento sobre a utilização dos curtas-metragens brasileiros na educação. 



Roleta
Tente a sua sorte e assista a um curta aleatório!