|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 50 { professores: 0 | usuários com coleções públicas: 0 }

Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Comentários
Dadá

Documentário, Ficção | De Eduardo Vaisman | 2001 | 20 min | RJ

8 Comentários
Por Alexandre Nuñez Tardin - Usuário | 29/06/2016

Gostei da sacada de um curta dentro de outro.
Por Natanael Santos - Usuário | 12/05/2012

Adorei o curta pelo fato de mostrar um fato que quase sempre acontece em lugares pobres e que quase sempre não tem como melhorar de situação, tanto pelo fato da criminalidade como o da falta de ajuda governamental.
Por Alba Lívia Schettino Silva - Usuário | 22/02/2011

Achei excelente esse curta "Dada". Este documentário é fantástico. Fala da realização dos sonhos e do sonho para estruturação de cada um.
Por Lino Zero - Usuário | 28/01/2010

Foi ótimo ver a garotada transmitir com tanta espontaneidade este rico universo de nossas favelas.
Por Gracia Maria Mendes - Professor | 28/01/2010

Excelente! Dá uma visão de como é a vida na favela, que também existem pessoas lá que têm sonhos. Quem não sonha não vive profundamente. Favela não é só tiroteio, tráfico, violências. Também existem pessoas que querem se tornar alguem na vida, tornarem-se realizados...Isso é possível, e , acima de tudo, vale a pena sonhar.....
Por Marcio Eduardo Cury - Usuário | 28/01/2010

Belo curta, agradável, simples mas com inteligência e que faz refletir. Pessoas sofridas mas com esperança e alegria de viver.
Por Lucila Casseb Pessoti - Usuário | 28/01/2010

Muito bom mesmo. Uma visão do Vidigal que não vemos nas telas da TV. Gostei muito do enfoque do Curta. Parabéns aos atores e idealizadores. Nota dez!
Por jose nilson martins dos santos - Usuário | 28/01/2010

É um curta que encanta pela espontaneidade!! Os garotos(a) têm talento e espero que eles consigam fazer mais trabalhos. Gostaria de ter mais informações sobre o grupo de de teatro "Nós do Morro"!