|

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 22 { professores: 0 | usuários com coleções públicas: 0 }

Educadores
Cadastre-se para registrar os seus relatos de experiência com o uso de curtas-metragens em salas de aula e concorrer a prêmios para você e sua escola.
Curtinhas
Esses são todos os curtinhas já publicados. Para refinar sua busca use os campos acima.
10/06/2016
Inscrições abertas para a 24ª edição do Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade


Estão abertas, até o dia 12 de agosto, as inscrições para o 24º Festival Mix Brasil de Cultura e Diversidade que será realizado entre os dias 9 e 20 de novembro na cidade de São Paulo, seguido por turnê por outras cidades do país. São aceitos curtas e longas-metragens de qualquer gênero, desde que sejam relacionados com o tema da sexualidade humana em suas diversas formas de expressão.

A inscrição online deve ser feita por meio da plataforma Festhome.


13/07/2015
Plataforma orienta a elaboração da Educação Integral

No mês de junho, foi lançada a plataforma gratuita Educação Integral Na Prática para auxiliar gestores e equipes técnicas na elaboração e implementação de programas de educação integral nas escolas.

A ferramenta apresenta estratégias e conteúdos organizados em temas: ponto de partida, comunicação e alianças, educação no território, infra e recursos, gestão intersetorial, gestão da escola, currículo transversal, rede de educadores, formação continuada, avaliação e monitoramento, financiamento e marcos legais. O site também disponibiliza para equipe recursos de gestão, exemplo de projetos já aplicados, referências bibliográficas, orientações para oficializar e como por em ação o programa por meios legais.


O que é Educação Integral?


É educar de modo integral, inteiro, global, atendendo as necessidades e possibilidades ao longo da vida, buscando atender todos os aspectos do desenvolvimento que ocorre ao longo da vida.

A educação integral tem como objetivo desenvolver os alunos para além da sala de aula, reorganizando tempos, espaços, conteúdos e oportunidades educativas, de modo que a tarefa de educar seja mais bem distribuída com os pais e a comunidade.

Aproveite a ferramenta gratuita Educação Integral Na Prática para planeja e colocar em ação o programa na sua escola.


23/06/2015
Enem 2015: ferramentas de estudos e dicas

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015, que ocorrerá nos dias 24 e 25 de outubro, nos últimos anos tornou-se meio de entrada para diversas universidades privadas e públicas. E com isso o número de inscritos aumentou, transformando-se num vestibular concorrido como qualquer outro.

Faltam 4 meses para o Enem e para conseguir um bom resultado é preciso de disciplina, determinação e organização nos estudos. Auxilie seus alunos a montar um plano de estudos e mostre ferramentas que tratam das competências do Enem. Com o avanço das tecnologias, podemos contar com a ajuda de ferramentas online para organizar os estudos e otimizar o tempo na hora revisar os conteúdos.

Confira as ferramentas e dicas que podem auxiliar no desenvolvimento de aulas que abordem as competências do Enem.
Geekie Games A ferramenta gratuita traça um plano de estudos personalizado para cada aluno, com base em um teste inicial que identifica as necessidades do estudante. Além disso, o aluno tem acesso a aulas e simulados, baseando as pontuações com as notas de cortes de cursos e faculdades que escolheu prestar.

Aplicativo Geekie Games: A Batalha [Beta]
Uma evolução da plataforma Geekie Games, o qual você aprende jogando enquanto desafia outras pessoas em uma competição de conhecimento.

AppProva

Aplicativo gratuito que testa os conhecimentos dos estudantes, jogando quiz, desafiando colegas e realizando simulados. Conforme o aluno utiliza a plataforma ele tem acesso ao seu desempenho dentro de cada área de conhecimento contempladas pelo Enem. A ferramenta encontra-se disponível em uma versão mais completa para o Facebook, mas também é possível acessá-la em smartphones ou tablets.

Estudavest

Ferramenta gratuita, que oferece um banco de dados com questões do Enem e vestibulares em geral. Ao realizar os exercícios o aluno tem acesso à classificação no ranking geral, apontando seu desempenho em relação aos outros usuários da plataforma. A ferramenta também mostra as disciplinas e conteúdos que necessitam ser mais estudados.

Gabaritar

Um aplicativo gratuito, que auxilia na organização de seus estudos. Com ele é possível elaborar um planejamento e acompanhar seu progresso, determinando as horas por dia que deseja dedicar a cada disciplina.

O Banco de Redações do UOL

Plataforma que pretende estimular o estudante a treinar produção de textos, em especial do gênero dissertativo. Todo mês o banco propõe um tema e o aluno que se interessa pode enviar a redação para o UOL pelo e-mail bancoderedacoes@uol.com.br, as redações serão aceitas até o dia 25 de cada mês e deverão ter título e de 15 a 30 linhas.

Devido o número grande de participantes são sorteadas 20 redações por mês para serem corrigidos e comentados. A avaliação dos professores tem como base os critérios adotados pelo MEC para a correção do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

12/06/2015
Confira Apps que auxiliam o professor em suas tarefas diárias

Em consequência da correria do dia a dia e das diversas tarefas diárias que o professor possui como planejar aula, provas e atividades para corrigir, calcular presença de alunos e cursos de atualização para realizar, precisam lidar com o pouco tempo para realizar todas as tarefas.

Na era da tecnologia voltada para educação, existem muitos aplicativos que podem ajudar o professor a organizar todas as tarefas e otimizar seu tempo. Dentre os recursos tem as redes sociais que contribuem para comunicação com os alunos; plataformas que auxiliam a gerenciar calendários de aulas; há também as que reúnem conteúdos divididos por disciplinas que ajudam o professor preparar suas aulas. Confira abaixo os aplicativos que separamos para auxiliar na rotina dos educadores:

CamScanner

O aplicativo funciona com um scanner "móvel", onde a câmera do celular o professor capturará provas e atividades dos alunos no formado de PDF e JPEG. É uma garantia caso ocorra algum imprevisto com algum desses documentos, da mesma forma que diminui a quantidade de papeis que o professor precisa levar para casa.

ExamTime

É uma plataforma onde professores e alunos se "encontram" para criar e compartilhar recursos de estudo, trabalhar em grupos e iniciar tópicos de discussão e debates, permitindo que criem recursos, como Mapas Mentais, Flashcards, Quiz, Anotações Interativas, entre outros.

Google Sala de aula

É uma ferramenta do Google Apps for Education que ajuda o professore a se comunicarem com os alunos, desenvolver e organizar tarefas, dar feedback de forma eficiente para as turmas.

Timetable

O aplicativo permite que o professor se organize por meio de seu aparelho Android, podendo salvar os horários de aula e fazer um calendário marcando os dias de provas e eventos na escola. Ele disponibiliza também uma ferramenta que silencia o celular no horário de aula.

App to class

Ele possui funções voltadas ao cotidiano dos professores. Compatível com os sistemas operacionais iOS, Androide e Windows Phone, é possível registrar a frequência, bancos de questões, arquivos de mídia, agenda, ferramenta de análises estatísticas, impressão de documentos.

28/05/2015
Busque pelas mudanças da sua cidade: crie você mesmo um Projeto de Lei!

Com o objetivo de diminuir a distância entre o poder público e a sociedade, a Rede Nossas Cidades lançou no mês de abril o aplicativo Legislado, que permiti aos cidadãos participarem ativamente do processo de criação de leis de suas cidades. O lema do aplicativo é "Por que esperar pelas mudanças se podemos ir atrás delas?".

A Rede Nossas Cidades é uma organização não governamental atuante nas busca por soluções para questões urbanas e mobilização de cidadão ativos e conectados que colaborem para uma cidade melhor. O aplicativo, ainda em fase inicial funciona apenas nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, permite que você crie seu próprio PL (Projeto de Lei), assim como editá-lo e assinar.

Aproveite o aplicativo para trabalhar junto aos alunos a importância do engajamento político, da participação direta na produção legislativa e nas mudanças de suas cidades, um passo importante para uma democracia ainda em construção.

Basta pensar nas mudanças importantes para cidade, elaborar o projeto de lei e redigi-lo em um formulário. Não se preocupe se tiver dúvidas em como produzir um projeto, pois o site possui o passo a passo completo de como elaborá-lo e como editá-lo. Nele também explica como apoiar um projeto de outros cidadãos.

A plataforma também esclarece dúvidas de como funciona uma casa legislativa, a função de um vereador, como é eleito, como funciona a câmara de vereadores, como um projeto de lei se transforma em uma lei e, principalmente, como nós cidadãos podemos participar ativamente dos trabalhos legislativos.


11/05/2015
Concurso de desenho comemora os 25 anos do ECA

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) completa 25 anos e em comemoração abre inscrição para Concurso de ilustração da Capa de sua Edição Comemorativa. O ECA contempla todos os direitos das crianças e adolescentes brasileiras assegurando a sua proteção e coloca todos são responsáveis por esse grupo.


A inscrição do concurso é gratuita e individual, entretanto é necessário que os inscritos tenham entre 6 e 16 anos e estejam matriculados entre 1º e 9º ano do Ensino Fundamental. O projeto tem como proposta divulgar o ECA para as crianças e adolescentes, aproximando-os do estatuto para que tomem conhecimento e saibam a importância da existência de seus direitos. Assim como, explorar a criatividade e a habilidade desses jovens inscritos.


A arte pode ser enviada até o dia 29 de maio de 2015 e o resultado será divulgada até o dia 12 de junho de 2015 no Portal Plenarinho. A proposta renderá prêmios aos ganhadores. O vencedor do 1º lugar terá seu nome nos créditos da publicação e ganha 10 exemplares da obra, certificado e material do Plenarinho; o 2º lugar ganhará 5 exemplares da obra, certificado e o material do Plenarinho e em 3º lugar receberá 1 exemplar da obra, o certificado e o Material do Plenarinho.


Para mais informações lei o regulamento completo.


23/04/2015
Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais

Todo dia 24 de abril é comemorado o Dia Nacional da Língua Brasileira de Sinais, língua usada pela comunidade surda do país. A data foi escolhida porque é a data da publicação da Lei 10.436/02, a qual buscou atender parte da luta das pessoas com deficiência auditiva, reconhecendo a Libras como língua natural da pessoa surda, assegurando assim, o uso e disseminação da mesma como qualquer outra língua.

Ao contrário do que se já se pensou, as línguas de sinais não são mímicas e gestos soltos, são as línguas naturais de expressão gesto-visual. A Libras é uma língua porque ela, como qualquer outra língua, possui estruturas gramaticais e é composta pelos níveis linguísticos: o fonológico, o morfológico, o sintático e o semântico.

Embora a Lei tenha servido como embasamento para outras políticas públicas e acesso igualitário a educação, mercado de trabalho e saúde, ainda são perceptíveis as dificuldades das pessoas surdas em uma sociedade pouco inclusiva como a nossa.

Além das dificuldades de acesso, a comunidade surda também sofre com o mundo do barulho, muitas vezes pelas estratégias pedagógicas de oralização ou por meio de implantes os surdos precisam lidar com o mundo da oralidade e o mundo da surdez. Ao assistir o curta Dois Mundos e Dois Mundos - Versão em Libras é possível conhecer as surpresas e as dificuldades enfrentadas por eles.


Dois Mundos

Dois Mundos - versão libras


10/04/2015
Começa o Festival É Tudo Verdade 2015

São Paulo e Rio de Janeiro recebem até o dia 19 de abril a 20° edição do Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade . Participam do festival filmes de 31 países, 60 deles são brasileiros.

O festival abre com o filme inédito "Ultimas Conversas", do cineasta brasileiro Eduardo Coutinho que faleceu em 2014. O Festival está dividido em diversas mostras competitivas.

A oportunidade de ver documentários produzidos nacional e internacionalmente, abre horizontes para novas abordagens de conteúdos para professores alunos. Aproveite!

Datas das próximas cidades Belo Horizonte: 29 de abril a 4 de maio; Santos: 7 a 10 de maio; Brasília: 3 a 8 de junho.

25/03/2015
Orientando a pesquisa dos alunos

Quando professor utiliza curtas-metragens na sala de aula com os alunos, geralmente, os envolve uma pesquisa sobre o tema relacionado ao filme. O primeiro lugar onde os alunos vão pesquisar é na internet, nesse ambiente eles encontram milhares de referências, onde as primeiras que aparecem na imensa lista nem sempre são as melhores.


Então, como fazer para que o seu alunos façam uma pesquisa de qualidade utilizando a internet? Algumas orientações e atenção nos resultados que eles entregam é essencial, mas para ajudar você segue algumas dicas:



 - Oriente os alunos a acessarem mais de uma página com o mesmo assunto comparando o conteúdo;
 - Peça para que eles indiquem onde feita a pesquisa;
 - Incentive-os a escrever seu próprio texto baseado nas leituras que fez;
 - Explique o que é direito autoral para que não copiem o conteúdo de outra pessoa;
 - Indique site confiáveis como centros de pesquisa e bibliotecas online;
 - Oriente para que pesquise no maior número de páginas e que vá filtrando as informações encontradas;
 - Aproveite a oportunidade para mostrar como avaliar e selecionar criticamente conteúdos.

12/03/2015
Passo a passo para utilizar curtas nas suas aulas
Quer usar o curta-metragem nas suas aulas, mas não sabe por onde começar? Confira o passo a passo!

 1. Selecione o curta pelo tema ou autor que pretende trabalhar;

 2. Assista o curta escolhido, pelo menos duas vezes, fazendo um levantamento de temas que podem ser trabalhados;

 3. Faça uma pesquisa e organize os temas a serem abordados, por exemplo, características sobre o autor;

 4. Inicie uma roda de discussão para explorar os conhecimentos prévios e pontos de vista dos alunos;

 5. Em seguida faça uma introdução ao assunto;

 6. Apresente o curta e observe as reações dos alunos;

 7. Enriqueça a discussão com textos relacionados ao tema;

 8. Proponha uma atividade final como resultado da atividade;

 9. Escreva um relato sobre as atividades desenvolvidas e a experiência com o uso do curta-metragem e poste no Curta na Escola.


Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10