| |
Login pelo Facebook

Pessoas conectadas nos últimos 20 minutos: 161 { professores: 0 | editores de blog: 0 | editores de sites profissionais: 0 | usuários com coleções públicas: 2 }

Destaques
Esses são todos os destaques já publicados. Para refinar sua busca use os campos acima.
14/04/2014

Pajerama
O que acontece quando um índio vai à cidade pela primeira vez? Entre novas descobertas e armadilhas urbanas, encontra-se em um jogo constante entre cidade e natureza, concreto e folhas, cinza e verde.
Tupi or not tupi?
Na semana do índio, você confere uma delicada obra que mostra a força da cultura indígena diante do devastador processo de exclusão das grandes cidades.
Todo dia é dia de índio
14/04/2014
Banquete
O Porta Curtas homenageia o ator José Wilker com a exibição do curta "Banquete", onde o grande ator aparece ao lado de Norma Bengell num inusitado jantar a dois.
Uma das muitas vidas de Wilker
Jamais perturbe o silêncio de uma biblioteca, ou despertarás a fúria de uma bibliotecária decrépita!
Castelo de horrores
07/04/2014
Horror Palace Hotel
Nos bastidores do Festival de Brasília de 1978, os cineastas Rogério Sganzerla, Julio Bressane, Elyseu Visconti, Ivan Cardoso e José Mojica Marins analisam o cinema feito no Brasil.
Por um cinema visionário
07/04/2014
O Ataque das Araras
Uma viagem do cineasta Jairo Ferreira ao Amazonas, acompanhando um grupo de teatro em Manaus e cercado por turistas japoneses e uma equipe que realiza um comercial nos igarapés próximos a Manaus.
Amazônia psicodélica
07/04/2014
O Guru e os Guris
Em sua homenagem a Maurice Legeard (1925-1997), mítico fundador do Cinemateca de Santos, Jairo Ferreira realiza um delicioso curta para quem tem cinema na veia.
Cinema de invenção, sagrada diversão
07/04/2014
Ecos Caóticos
Uma homenagem de Jairo Ferreira sem nenhuma pompa ao poeta maranhense Sousândrade.
O guesa errante
31/03/2014
Cartas da Mãe
Uma crônica sobre o Brasil dos últimos 30 anos contada através das cartas que o cartunista Henfil (1944/1988), que combateu a ditadura com sua arte, publicava no Pasquim e posteriormente na revista IstoÉ sob o pretexto de comunicar sua mãe, Dona Maria, das mazelas do país.
Vejo a esperança!
Em 1982, nos últimos anos da ditadura militar, um time de craques encabeçado por Sócrates, Wladimir, Casagrande, Zé Maria, Biro-Biro e Zenon mostrava dentro e fora dos gramados que liberdade e democracia eram valores possíveis.
Ganhar ou perder, mas sempre com Democracia!

Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  ...