O Porto de Santos


Assista nos planos:

Produção: Tania Savietto

Fotografia: Aloysio Raulino

Roteiro: Aloysio Raulino

Direção de Arte: Arthur Kohl

Empresa(s) produtora(s): Atalante Produções Cinematográficas

Câmera: Aloysio Raulino, José Roberto Cecato

Narração: Tania Savietto

Fotografia still: José Luiz Franca

Assistente de Fotografia: José Roberto Cecato

Montagem: José Motta

Técnico de som: Rui Rodrigues da Silva

Estúdio de Som: Filmsom

Direção de Som: Hugo Gama, Mario Maseti, Miguel Sagattio, Roberto Gerwitz

Laboratório de imagem: Revela S.A

A histórica cidade de Santos e o seu porto. Embarcações atracadas e o trabalho dos doqueiros: suas atividades e reivindicações. Navios ancorados em alto-mar. O comércio do café, que desde 1909 propiciou a Santos a sua riqueza. O transporte de sacas de café e o carregamento num caminhão. Crianças e senhoras recolhem grãos caídos no chão. Monumento em exaltação ao trabalho. O transporte de caiçaras, e a dificuldade de viver da pesca local. Destaque para mulato dançando, com sensualidade, a canção "Amante Latino" e outros homens jogando capoeira. O movimento noturno na zona de meretrício com prostitutas e luminosos de bares. Retorna o dia, e a rotina no porto recomeça.
Prêmio do Público no Festival de Cinema do Jornal do Brasil em 1980
Synapse Produções Ltda
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
19 min
1978
Brasil
SP
LIVRE

Sinopse: A histórica cidade de Santos e o seu porto. Embarcações atracadas e o trabalho dos doqueiros: suas atividades e reivindicações. Navios ancorados em alto-mar. O comércio do café, que desde 1909 propiciou a Santos a sua riqueza. O transporte de sacas de café e o carregamento num caminhão. Crianças e senhoras recolhem grãos caídos no chão. Monumento em exaltação ao trabalho. O transporte de caiçaras, e a dificuldade de viver da pesca local. Destaque para mulato dançando, com sensualidade, a canção "Amante Latino" e outros homens jogando capoeira. O movimento noturno na zona de meretrício com prostitutas e luminosos de bares. Retorna o dia, e a rotina no porto recomeça.

Alugue