Tarabatara


Assista nos planos:

Produção: Patrick Leblanc

Fotografia: Julia Zakia

Roteiro: Julia Zakia

Empresa(s) produtora(s): Cinematográfica Superfilmes

Som: Guile Martins

Edição de som: Guile Martins

Câmera: Guile Martins, Julia Zakia

Direção de produção: Guilherme Cesar

Assistente de Direção: Laura Mansur

Assistente de Câmera:

Produção Executiva: Patrick Leblanc

Assistente de Produção: Laura Mansur

Still: Laura Mansur

Montagem: Hélio Villela, Julia Zakia

"Por que é que eu nunca morei definitivamente num setor só? Porque eu me sinto mal. Me sinto mal com o ar de um lugar só". Tarabatara é um chamado ao cotidiano e aos encantos de uma família cigana do sertão de Alagoas. O documentário apreende momentos de um período de pausa no nomadismo desses ciganos. Na figura do mais velho e suas memórias, nas mulheres e crianças do grupo, com suas falas e gestos, com seus olhares e afazeres.
Melhor Fotografia no Festival de Cinema de Triunfo em 2008
Menção Honrosa no Festival de Vitória em 2008
Menção Honrosa no Mostra do Filme Etnográfico em 2008
Prêmio Estímulo no Secretaria de Estado da Cultura/SP em 2006
Festival Internacional de Curtas de São Paulo
É Tudo Verdade - Festival Internacional de Documentários
Vitória Cine Vídeo
Mostra Internacional do Filme Etnográfico/RJ
Goiânia Mostra Curtas
Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá
Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte
Festival de Brasília do Cinema Brasileiro
Clerrmont-Ferrand Film Festival
Rencontres Cinemas Amérique Latine de Toulouse
Rotterdam Film Festival
Festival Internacional de Cine Documental del Outro Cine - Equador
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
23 min
2007
Brasil
SP
LIVRE

Diretor: Julia Zakia

Sinopse: "Por que é que eu nunca morei definitivamente num setor só? Porque eu me sinto mal. Me sinto mal com o ar de um lugar só". Tarabatara é um chamado ao cotidiano e aos encantos de uma família cigana do sertão de Alagoas. O documentário apreende momentos de um período de pausa no nomadismo desses ciganos. Na figura do mais velho e suas memórias, nas mulheres e crianças do grupo, com suas falas e gestos, com seus olhares e afazeres.

Alugue