O Tanatopraxista


Assista nos planos:

Produção: Richard Dantas

Roteiro: Eduardo Melo, Mariana Bardan

Som Direto: Guilherme Valle, Silvio Grion

Direção de Arte: Carla Leoni, Natalia Fressato

Trilha original: Julian L. Ludwig

Figurino: Osvaldo Gonçalves, Viviane Ruiz

Maquiagem: Verena May

Direção de produção: Richard Dantas

Assistente de Câmera: Daniel Belinky

Produção Executiva: Eduardo Melo

Assistente de Produção: Cassandra Reis, Gabriela Akashi

Argumento: Mariana Bardan

Still: Paulera Pedreira

Direção de Fotografia: Mariana Bardan

Montagem: Victor Fisch

Eletricista: CD Vallada, Felipe Selles, Rafael Frydman (Piro), Silvio Grion

Editora: Olí­via Niculitcheff

Produção de Locação: Fernando Chiari

Steadycam: Junior Loiola

Produtor de objetos: Carla Leoni, Felipe Milward, Natalia Fressato

Desenho de Som: Julian J. Ludwig

1º Assistente de Direção: Nicol Alexander

Gaffer: Denner

Piano: Pedro Montagnana

Coreografia: Maria Basulto

Costureira: Leninha, Perpétua Santos

Pedagogo: Rafael Cesari

Hélio é um tanatopraxista. Tem a morte como fonte de seu trabalho, devolve aos corpos a aparência que tinham em vida. Prepara-os metodicamente para o velório, fotografa-os antes e depois do processo. A noite é longa e a chegada de um novo defunto deixa Hélio perturbado. O momento é sublime. A noite acaba e a alvorada chega trazendo a normalidade.
Melhor Filme - Júri Jovem no Festival Primeiro Plano em 2013
Mostra do Filme Livre
Festival Primeiro Plano
Festival Brasil de Cinema Internacional
Kinoforum
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
9 min
2013
Brasil
SP
14 ANOS

Diretor: Eduardo Melo, Mariana Bardan

Elenco: Chico Neto, Ewerton Ribeiro, Mariana Dias Jorge, Osvaldo Gonçalves, Poya Gaulo, Rety Ragazzo Carpanetti, Vanessa Portugal

Sinopse: Hélio é um tanatopraxista. Tem a morte como fonte de seu trabalho, devolve aos corpos a aparência que tinham em vida. Prepara-os metodicamente para o velório, fotografa-os antes e depois do processo. A noite é longa e a chegada de um novo defunto deixa Hélio perturbado. O momento é sublime. A noite acaba e a alvorada chega trazendo a normalidade.

Alugue